Queda do Vigário

Queda do Vigário. Por Magikknox

Há quem prefira mergulhar no mar salgado, há quem goste da frescura das águas do rio, mas é nas cascatas que irá encontrar as águas mais límpidas e a natureza no seu estado mais puro. De norte a sul de Portugal, passando pelas ilhas, há inúmeras cascatas naturais surpreendentes e com uma paisagem envolvente deslumbrante.

Descubra 10 cascatas em Portugal onde poderá refrescar-se e até quem sabe fazer um piquenique em família ou com amigos.

1. Cascata do Arado

Cascata do Arado, Gerês

Por Razevedo172010

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é um verdadeiro santuário da natureza. São mais de 70 mil hectares repletos de rios, vegetação, animais, lagoas e, claro, cascatas. A Cascata do Arado é uma das cascatas do Gerês que não pode deixar de visitar. Situada a uma altitude de cerca de 900 metros, a água do rio Arado forma uma sucessão de cascatas que terminam num lago de águas cristalinas perto da aldeia da Ermida.

2. Queda do Vigário

Queda do Vigário

Por Magikknox

Também é conhecida por Cascata de Alte, devido ao nome da freguesia onde fica situada no concelho de Loulé. A queda de água de 24 metros de altura nasce na Quinta do Freixo, junta-se com a ribeira de Algibre perto de Paderne, formando a ribeira de Quarteira. O acesso a este paraíso na serra algarvia é fácil e, para além da água do lago, poderá ainda apreciar um lugar de grande beleza natural.

3. Cascata Fecha de Barjas

Cascata Fecha de Barjas

Por Luís Cardoso

Pode ser que o nome Cascata Fecha de Barja não lhe soe familiar, mas e se lhe dissermos Cascata do Tahiti? Não, não fica na Polinésia Francesa! Fica noutro paraíso: o do Gerês. A cascata de alta montanha fica localizada na freguesia de Vilar da Veiga, no concelho de Terras de Bouro, e as suas águas, provenientes do rio Arado, caem numa serena lagoa com margens de areia. É esta a recompensa para quem atravessa os caminhos sinuosos até chegar à cascata, pois o acesso é difícil.

4. Cascata Poço do Inferno

cascata poço do inferno

Por Muaddib2015

Em plena Serra da Estrela, as águas da ribeira de Leandres percorrem os mantos graníticos até encontrarem uma barreira natural feita de rocha, despenhando-se assim numa cascata de 10 metros de altura. As águas geladas são ótimas para um banho refrescante no verão, mas nos invernos mais rigorosos chegam mesmo a transformar-se em gelo. Para quem se quiser aventurar pela entranhas da serra, existe ainda um percurso pedestre de 2,5 quilómetros que rodeia a cascata.

5. Cascata Portela do Homem

Cascata Portela do Homem

Por Beatriznog10

Sim, voltamos ao Parque Nacional da Peneda-Gerês porque não podíamos deixar de colocar nesta lista a Cascata da Portela do Homem, uma das mais procuradas da zona pelos turistas. As águas cristalinas são provenientes do rio Homem e formam várias lagoas de água límpida e pura. A queda de água fica localizada nas proximidades da Portela do Homem, muito perto da fronteira com Espanha, e o acesso é fácil, bastando atravessar a ponte sobre o rio Homem.

6. Cascata Fraga da Pena

Este é com certeza um dos locais mais bonitos da Serra do Açor, em Arganil. A Cascata Fraga da Pena corre num vale apertado e é formada por duas lagoas, uma maior e outra um pouco mais pequena. Neste cenário privilegiado de encontro com a natureza, a água abre caminho por entre a vegetação e a superfície xistosa e despenha-se numa cascata com mais de 20 metros. Nesta maravilha da natureza irá encontrar uma impressionante serenidade apenas interrompida pelo som da água e do chilrear dos pássaros.

7. Pulo do Lobo

Pulo do Lobo

Por Vitor Oliveira

Conta a lenda que até um lobo conseguiria transpor de um só salto as estreitas margens desta queda de água. Daí o nome de Pulo do Lobo. Mas lendas à parte, esta bonita cascata é uma das maiores do sul de Portugal e fica situada perto de Mértola, na região do Alentejo. As águas do rio Guadiana caem de mais de 20 metros de altura e, envoltas num mar de espuma, descem a garganta rochosa até chegarem a um lago entre as rochas.

8. Poço do Bacalhau

Poco do Bacalhau

Por dennis white

Lugares lindos e paisagens magníficas é o que não faltam no arquipélago dos Açores e o Poço do Bacalhau, situado na ilha das Flores, é um desses locais mágicos. Esta queda de água de cerca de 90 metros de altura desagua numa lagoa natural rodeada de vegetação natural e endémica, a conhecida laurissilva da Macaronésia. Esta lagoa é usada como zona balnear. Apesar de a cascata ser muito abundante nas épocas mais chuvosas, durante o verão o seu nível de água diminui bastante.

9. Cascata da Cabreia

Cascata da Cabreia

Por fbat

Na Cascata da Cabreia a água do rio Mau e a densa vegetação unem-se harmoniosamente para nos presentearem este verdadeiro paraíso natural. Localizada na Serra da Cabreia, em Sever do Vouga, esta queda de água de 25 metros de altura encontra-se envolta numa atmosfera bucólica onde o silêncio impera. Nas imediações da cascata existe um parque de merendas para passar o dia em família ou com amigos.

10. Cascata do rio Mourão

Cascata do rio Mourão

Por Rúdisicyon

Muita gente não sabe que bem perto de Lisboa existe um paraíso natural como a Cascata do rio Mourão. A cascata fica situada entre as aldeias de Anços e Maceira, no concelho de Sintra. Para chegar à cascata, o percurso faz-se desde a rua principal de Anços onde existe uma placa a indicar a direção. Pelo caminho irá descobrir bonitas paisagens e uma vegetação que pinta o cenário de acordo com a época do ano.

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.