Resoluções de ano novo não lhe faltarão, mas já pensou como gostaria de terminar o ano? Em família ou com amigos? Com a sua cara metade? Em tranquilidade na natureza ou em festa? Num alojamento mais rústico ou contemporâneo? Fizemos uma seleção de casas de campo para entrar em 2020 com o pé direito.

As regiões do Tâmega, Sousa e Douro, no norte de Portugal, albergam uma importante herança arquitetónica de origem românica. São 58 os monumentos que compõem a Rota do Românico e que contam histórias e lendas da fundação da nação portuguesa.

É possível um país inteiro caber num parque infantil? Sim, é o Portugal dos Pequenitos, que desde 1940 encanta miúdos e graúdos. Situado no largo do Rossio de Santa Clara, em Coimbra, este é um parque temático concebido e construído como um espaço lúdico, pedagógico e turístico, para mostrar aspectos da cultura e do património português, em Portugal e no mundo.

Independentemente da ocasião, há algo que não pode faltar à mesa dos portugueses: os doces. Quer seja a típica doçaria da avó que foi passando de geração em geração ou os doces inventados por freiras residentes em conventos que se mantiveram até aos nossos dias, há doces para todos os gostos.

Desde 2002 que a sexta-feira 13 significa festa em Montalegre. Neste município do distrito de Vila Real não há azar. Aqui a população convive em perfeita harmonia com bruxarias, poções mágicas, mezinhas e curas. Este ano o dia 13 coincidiu a uma sexta-feira no mês de setembro e vai voltar a acontecer em dezembro, mas esta tradição já se alargou ao dia das bruxas por excelência. Por isso, no dia 31 de outubro as bruxas vão andar à solta desta vez na aldeia de Vilar de Perdizes, que pertence ao concelho de Montalegre.

Em plena Serra da Freita, no concelho de Arouca, encontra um fenómeno único em Portugal e muito raro no mundo inteiro, que ocupa uma área que se estende por cerca de 1 km2. Damos-lhe a conhecer as pedras parideiras, que desde os tempos antigos aos modernos sempre foi uma rocha importante para as gentes da aldeia da Castanheira. Por isso convidamo-lo a conhecer connosco esta geologia ímpar de Portugal.

Contam os relatos que em 1419, quando os portugueses chegaram à Madeira, descobriram uma ilha coberta de um extenso e denso arvoredo. Esses navegadores decidiram atribuir então o nome de “Madeira” à ilha. A floresta Laurissilva já preenchia a extensão da ilha e aí permaneceu até aos nossos dias, resistindo a quase 600 anos de humanização.

O fim do verão e o início do outono é sinónimo de colheitas e em Portugal abre-se a época das vindimas. Isto significa que as uvas estão prontas para serem colhidas das videiras, um trabalho duro mas que se faz sempre em ambiente de festa e convívio. A modernização das máquinas facilitou muito a atividade de produção de vinho, mas ainda há quem mantenha a tradição acesa.

O lince ibérico percorreu um longo caminho desde espécie criticamente ameaçada até espécie ameaçada de extinção, segundo a classificação da Lista Vermelha de espécies ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza. Contudo, continua a ser considerada a espécie de felino mais ameaçada do mundo e o carnívoro em maior perigo na Europa.

É um vinho único no Mundo e o que o distingue é o facto de ser produzido numa região demarcada que inclui o território do noroeste de Portugal. O vinho verde faz parte da mesa de qualquer casa tipicamente portuguesa, embora seja mais comum no norte do país. Naturalmente leve e fresco, este vinho português é o segundo mais exportado, depois do vinho do Porto, de acordo com a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes.
12