Por homydesign

Com cerca de 270 habitantes, a pacata aldeia de Sistelo, no concelho de Arcos de Valdevez, tem vivido dias agitados desde que foi eleita uma das aldeias vencedoras do concurso 7 Maravilhas de Portugal. Em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, junto à nascente do rio Vez, ergue-se uma magnífica paisagem verde em socalcos que lhe valeu a alcunha de “o pequeno Tibete português”.

Os passadiços atraíram muitos turistas até à região, mas foi em 2017 quando a Paisagem Cultural de Sistelo foi reconhecida pelo Presidente da República como Monumento Nacional que a aldeia saiu do anonimato. É a primeira vez que tal classificação é dada a uma aldeia no seu todo, património cultural e natural, que até ao momento era só atribuída ao património edificado.

Por Pedro

Como tantas outras aldeias portuguesas, Sistelo também sofre com a desertificação, mas mantém todo o seu caráter tradicional de gente simples que vive da terra. Ao passear pelas ruas vai encontrar o casario típico, ruas com pedras grandes moídas pelos carros de bois, moinhos, lavadouros e espigueiros.

Mas o ex-libris da aldeia é mesmo o Castelo, que na verdade é um palácio de finais do século XIX onde viveu o Visconde de Sistelo. Manuel António Gonçalves Roque nasceu em Sistelo, mas cedo partiu para o Brasil onde se tornou um comerciante de sucesso. Quando voltou aplicou a sua fortuna na construção de um palácio revivalista de planta retangular com duas torres com ameias, onde se pretende instalar um centro interpretativo da biodiversidade do rio Vez e de promoção dos produtos locais.

Castelo de Sistelo. Por Joseolgon

Mas há muito mais para ver e apreciar. Deixe-se levar pelos sons da aldeia e passeie pelas ruelas, visite a Igreja Matriz, a Ponte Romana sobre o rio Vez, o moinho recuperado, a Ermida de Nossa Senhora dos Aflitos e as Capelas de Santo António, de São João Evangelista, da Senhora dos Remédios e da Senhora do Carmo.

Para uma vista panorâmica, não deixe de subir ao miradouro do Chã da Armada para admirar a paisagem de socalcos e montanha. Maravilhe-se com os socalcos de produção agrícola, resultado da ocupação humana e que acabaram por moldar a paisagem. Os socalcos são a prova viva da capacidade de adaptação do Homem às singularidades e adversidades da natureza.

Por Marta Arias López

Construídos para aumentarem a superfície de cultivo, os socalcos permitem um aproveitamento do solo para a agricultura de subsistência do milho, feijão e batata e pastagem dos animais, principalmente da vaca barrosã e cachena adaptadas ao clima e relevo da região.

Se gosta de caminhadas na natureza e se o tempo convidar, percorra o Trilho das Brandas de Sistelo de 9 quilómetros que tem início na aldeia e é para muitos considerado um dos percursos pedestres mais bonitos de Portugal. Pode ainda percorrer os famosos Passadiços de Sistelo que ligam a ponte medieval de Vilela à icónica aldeia ao longo do rio Vez. Aproveite depois para fazer um piquenique ou mergulhar nas águas límpidas da Praia Fluvial de Sistelo.

Passadiços de Sistelo. Por Alexdacruz10

Não se esqueça de cumprimentar e interagir com as pessoas da aldeia para que partilhem consigo as histórias que Sistelo guarda. Um bom local para conhecer e contactar com os habitantes da aldeia é na Tasquinha da Ti’ Mélia onde poderá experimentar vários petiscos regionais e bom vinho português.

Casas de campo perto de Arcos de Valdevez

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.