O Moinho da Bibi

No século II, o aparecimento do moinho de água representou uma grande inovação na História da humanidade pelo papel essencial que teve no desenvolvimento da agricultura e da economia. Hoje em dia, e com o surgimento de técnicas mais avançadas de moagem, tornaram-se obsoletos.

Contudo, a beleza arquitetónica destas construções aliada à mística que as paredes de um moinho carregam, levou a que muitos destes edifícios fossem restaurados e transformados em casas de campo.

Quer sejam movidos pela água ou pelo vento, estes moinhos representam um mundo de outrora pronto a ser descoberto pelos exploradores de agora. Damos-lhe a conhecer alguns dos mais pitorescos moinhos onde pode passar uns dias de férias e gabar-se de já ter dormido num moinho verdadeiro.

1. Moinho das Carrascas (Caldas da Rainha, Oeste)

O Moinho das Carrascas mantém todo o seu formato original de moinho de vento. A sua arquitetura cilíndrica, mantendo as enormes pás que outrora se moviam ao ritmo do vento, esconde o perfeito refúgio para uma escapada a dois.

O alojamento dispõe de uma cama de casal, uma kitchenette, sala de estar com sofá-cama e casa de banho privativa. Desfrute do jardim com piscina e churrasqueira, sempre com o imponente moinho como paisagem de fundo.

2. Moinho de Pedra (São Mateus, Açores)

Dormir num moinho já é por si só uma experiência única e especial. Agora imagine ficar hospedado num moinho com vista sobre o imenso Oceano Atlântico. No Moinho de Pedra, na Ilha Graciosa, nos Açores, é possível alugar um dos apartamentos que foram adaptados para que tenha uma estadia memorável com todas as comodidades necessárias.

Os moinhos mantêm toda a sua estrutura e características arquitetónicas autênticas, assim como o eirado, também conhecido como a base do moinho. Esta é uma óptima opção para se conectar com a História e a natureza.

3. Casa do Mar e Moinho do Luar (Setúbal)

No coração do Parque Natural da Arrábida, bem no topo da Serra de São Filipe, com uma vista privilegiada sobre o estuário do Sado, a Península de Tróia e o Atlântico, fica a Casa do Mar e Moinho do Luar. Neste refúgio encantador é possível alugar o moinho centenário de dois pisos com salamandra, kitchenette, quarto com cama de casal e casa de banho privativa.

Este é um recanto especial e romântico onde o azul profundo do mar invade os sentidos, trazendo uma sensação de tranquilidade. A cereja no topo do bolo será ter a sorte de estar por ali numa noite de lua cheia e céu estrelado.

4. Quinta da Regada do Moinho (Moimenta da Beira)

Porque nem só o vento move moinhos, a Quinta da Regada do Moinho é um óptimo exemplar de um moinho de água que mantém as características originais. A Quinta está envolvida pela natureza e é regada pelas águas do rio Paiva.

O alojamento dispõe de três quartos duplos, cozinha completamente equipada, sala de jantar e de estar. Os invernos mais rigorosos trazem a neve que sarapinta as margens do rio e o telhado do moinho, tornando a paisagem ainda mais bucólica.

5. Moinho Mó da Praia (São Mateus, Açores)

A cúpula vermelha do Moinho Mó da Praia é inconfundível entre o verde e o azul da paisagem da Ilha Graciosa, outrora considerada o “celeiro dos Açores”, devido à sua vasta produção de cereais.

Este foi um dos últimos moinhos em atividade na ilha, daí a sua importância na História da Graciosa. O alojamento dispõe de dois quartos, duas salas de estar, kitchenette e casa de banho. No exterior, aproveite para relaxar no terraço com vista sobre o mar e sobre a única praia de areia fina da ilha.

6. O Moinho da Bibi (Ponta Delgada, Açores)

O arquipélago dos Açores é prolífero em moinhos e O Moinho da Bibi é mais um desses exemplares que tanto orgulha os açorianos, tendo sido até classificado como Património Regional. Situado na Ilha de São Miguel, o moinho foi construído no século XIX e manteve-se em funcionamento até à primeira metade do século XX.

O alojamento dispõe de dois quartos, um com cama de casal e outro com cama individual. Pode ainda usufruir da sala de estar com televisão e rádio, da cozinha totalmente equipada e casa de banho. À boa maneira acolhedora dos Açores, os hóspedes são recebidos com uma cesta de boas-vindas com produtos regionais.

7. Moinho de Estorãos (Viana do Castelo, Alto Minho)

A antiga e histórica ponte romana, que remonta à época do Imperador Augusto e que foi posteriormente reconstruída no século XII, não retira o protagonismo ao Moinho de Estorãos. A antiga azenha, onde antes era fabricada farinha com a força da água do rio Lima, é por si só um monumento histórico da freguesia que lhe dá o nome.

Hoje é uma casa de campo que dispõe de um quarto de casal, com casa de banho, uma kitchenette totalmente equipada, e uma sala de estar com lareira. No exterior, poderá desfrutar da tranquilidade do jardim verdejante e da praia fluvial com vista para as montanhas e para a ponte.

8. Moinho.com (Rio Maior, Lezíria do Tejo)

Não se deixe enganar pelo ar moderno e futurista do Moinho.com. Este foi também um antigo moinho de vento, contudo, foi restaurado com decoração contemporânea. Situado em pleno Parque Natural das Serras d’Aire e Candeeiros, o projeto foi distinguido em 2015 com o prémio de “Melhor Turismo Rural”, num concurso promovido pelo Turismo do Alentejo e Ribatejo.

O moinho tem três pisos: no piso térreo há uma kitchenette totalmente equipada; subindo ao primeiro piso, temos um quarto duplo com casa de banho e uma pequena varanda; e no último piso, aguarda-o uma sala de estar muito especial com vista 360º sobre toda a serra e aldeias próximas.

9. Moinho do Lebre (Alenquer, Oeste)

Localizado na região vinhateira de Alenquer e perto da área de paisagem protegida da Serra de Montejunto, o Moinho do Lebre foi adaptado a casa de campo, mas mantém todas as suas características rústicas.

O alojamento dispõe de um quarto de casal, casa de banho, cozinha e sala de estar com dois sofás-cama. Aproveite para fazer um churrasco e comer ao ar livre no quintal. O seu amigo de quatro patas também é bem-vindo ao Moinho do Lebre.

10. Moinho da Senta (Rio Maior, Lezíria do Tejo)

É em pleno Parque Natural das Serras D’Aire e Candeeiros, sobre umas ruínas reconstruídas de um velho moinho do século XVIII, que irá descobrir um espaço acolhedor que lhe irá proporcionar uma estadia inesquecível. Ao entrar no Moinho da Senta, vai encontrar, no piso térreo, uma kitchenette com lareira; no piso intermédio, espera-o um quarto de casal com casa de banho; e no último piso, uma grande janela abre-se iluminando a sala de estar, permitindo observar a fauna e flora da Serra.

A alguns metros, encaixado na rocha da Serra, irá encontrar uma cozinha e sala de refeições. Aqui, poderá desfrutar de uma paisagem verdejante e de uma vista para todo o vale que se estende do sopé da colina e onde os contrastes da terra e da vegetação criam um cenário pitoresco.

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.