Magazine Natureza 8 cascatas paradisíacas no Parque Nacional da Peneda-Gerês

8 cascatas paradisíacas no Parque Nacional da Peneda-Gerês

55 Shares
Cascata do Arado
Cascata do Arado. Por Razevedo172010

Há muito para visitar no Parque Nacional da Peneda-Gerês, mas as cascatas são, sem dúvida, algo a não perder. O único parque nacional português tem algumas das mais belas cascatas do país que, ao se despenharem entre as rochas, se transformam em autênticas piscinas naturais.

São inúmeras as quedas de água que encontrará nos cerca de 70 mil hectares que compõem o parque, devido à abundância de água nesta região, mesmo durante os meses mais secos de verão. Todas as desculpas são boas para visitar ou revisitar o Gerês, por isso descubra algumas das cascatas mais bonitas da região.

1. Cascata de Pincães

Cascata de Pincães
Cascata de Pincães. Por Filipe Silva

É na aldeia de Pincães que o rio com o mesmo nome corre numa garganta relativamente profunda em direção ao rio Cávado, precipitando-se de forma abrupta na vertente granítica, formando a cascata de Pincães

Esta é uma das mais belas cascatas e uma das mais visitadas do Parque Nacional da Peneda-Gerês. A queda de água precipita-se de uma altura de cerca de 20 metros, alimentando uma pequena lagoa de água translúcida, muito convidativa a um banho refrescante no meio da natureza. A cascata de Pincães pode ser visitada pelo caminho que vem da aldeia, com a devida cautela para evitar quedas.

2. Cascata da Portela do Homem

Cascata Portela do Homem
Cascata Portela do Homem. Por Beatriznog10

A cascata da Portela do Homem é uma das mais procuradas pelos turistas e há até quem afirme que é a melhor cascata do Gerês para tomar banho. As águas cristalinas são provenientes do rio Homem e formam várias lagoas de água límpida e pura. A queda de água fica localizada nas proximidades da Portela do Homem, muito perto da fronteira com Espanha, e o acesso é fácil, bastando atravessar a ponte sobre o rio Homem.

3. Cascata Fecha de Barjas

Cascata Fecha de Barjas
Cascata Fecha de Barjas. Por Luís Cardoso

Pode ser que o nome cascata Fecha de Barjas não lhe soe familiar, mas e se lhe dissermos cascata do Tahiti? Não, não fica na Polinésia Francesa! Fica noutro paraíso: o do Gerês. A cascata de alta montanha fica localizada na freguesia de Vilar da Veiga, no concelho de Terras de Bouro, e as suas águas, provenientes do rio Arado, caem numa serena lagoa com margens de areia. É esta a recompensa para quem atravessa os caminhos sinuosos até chegar à cascata. O acesso é difícil e, como não existem proteções, recomenda-se cautela.

4. Cascata do Arado

Cascata do Arado
Cascata do Arado. Por Razevedo172010

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é um verdadeiro santuário da natureza. A cascata do Arado é outra das cascatas do Gerês que não pode deixar de visitar. Situada a uma altitude de cerca de 900 metros, a água do rio Arado forma uma sucessão de cascatas que terminam num lago de águas cristalinas perto da aldeia da Ermida e do Miradouro Pedra Bela. Além da sua beleza, que é indiscutível, oferece bons acessos para viaturas, o que a torna numa das mais visitadas.

5. Cascata do Poço Azul

Poço Azul
Poço Azul. Por Enfersantos

O Poço Azul – também chamado de Poço Verde, pois vai mudando de cor conforme a perspetiva e intensidade da luz – é uma das pérolas mais bem guardadas do Gerês. Apesar de atualmente já estar bastante divulgado, o seu difícil acesso mantém este lugar menos turístico e massificado. Só através de trilhos é que se chega lá e são aproximadamente oito quilómetros para cada lado, e nem todos os que o procuram conseguem encontrá-lo. Neste lugar encantado reina o silêncio e a harmonia, uma combinação perfeita para um dia bem passado.

6. Cascatas e lagoas do Soajo

Poço Bento
Poço Bento. Por Flávio Ferreira

A bonita vila do Soajo está cheia de tesouros naturais para descobrir, como é o caso das suas cascatas e lagoas. Não tão conhecidas como as anteriores, este é um excelente lugar para fugir à confusão das cascatas mais concorridas do Gerês. 

A menos de um quilómetro da vila fica o Poço Negro, uma das mais bonitas cascatas do Soajo, com uma lagoa natural com uma profundidade de cinco metros. Outro dos lugares a não perder é o Poço do Bento, um refúgio com águas cristalinas para se banhar nos dias de maior calor. Mesmo ali ao lado fica o Poço das Canejas, outro local magnífico para relaxar. Acima dos poços do Bento e das Canejas irá encontrar a cascata do Soajo que forma várias lagoas, tornando o cenário ainda mais bonito.

7. Cascata das Sete Lagoas

Cascata das Sete Lagoas
Cascata das Sete Lagoas. Por pedro

Perto de Cabril encontra uma das mais bonitas cascatas do Gerês que origina uma cadeia de lagoas: a cascata das Sete Lagoas. Situadas ao longo do rio, as sucessivas lagoas, formadas por rochas, ligadas entre si por pequenas quedas de água, estão perfeitamente enquadradas na paisagem envolvente que contrasta com a água pura, límpida e cristalina.

Aqui, há lagoas para todos os gostos. Para os amantes de adrenalina existe a possibilidade de saltar de uma altura de 10 metros. Para os mais aventureiros existe uma lagoa com um pequeno escorrega natural. Este lugar mágico conta com lagoas mais compridas e outras mais profundas que permitem nadar. O caminho para lá chegar não é fácil e exige uma longa caminhada a pé de cerca de seis quilómetros.

8. Cascata de Leonte

Cascata de Leonte
Cascata de Leonte. Por Daniel Costa

Situada a cerca de dois quilómetros da Portela do Homem, a cascata de Leonte forma-se com o despenhar das águas do ribeiro da Taleira do alto de um conjunto de rochas a 19 metros, no leito do rio Gerês.

Após a queda, as águas dão forma a uma pacífica lagoa bastante concorrida na época de verão. Quando há períodos de seca, é provável que a cascata desapareça. Para desfrutar cascata de Leonte é necessário chegar até ao local da Portela do Homem, uma vez que o caminho a partir daqui se encontra devidamente assinalado.

10 razões para visitar o Parque Nacional da Peneda-Gerês

Já passaram 50 anos desde que o primeiro e único parque nacional português foi criado em maio de 1971. São 70 mil hectares de serra e natureza em estado puro que fazem do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) um dos lugares mais incríveis de Portugal.

Parque Nacional da Peneda-Gerês

Read more

10 casas de campo perto do Parque Nacional da Peneda-Gerês

Sugerimos-lhe 11 casas de campo dentro dos mais de 70 hectares que compõem o Parque Nacional da Peneda-Gerês e nos arredores.

Sobrenatura

Read more

Cascata do Arado
55 Shares

Artigos relacionados

Faça um comentário

Ao clicar em ENVIAR aceita a privacidade

Copy link
Powered by Social Snap