Por Cerdeira - Home for Creativity

Quando uma jovem alemã de 24 anos a estudar em Coimbra tropeçou em Cerdeira em 1988 enquanto caminhava por ali com amigos, a aldeia encontrava-se completamente abandonada. Kerstin Thomas, na altura estudante de artes, procurava um local para instalar o seu atelier e foi amor à primeira vista.

Não se sabe quando é que a aldeia de Cerdeira foi construída, mas os primeiros registos remontam ao século XVII. Escondida num pequeno vale a 700 metros de altitude na Serra da Lousã, Cerdeira é uma aldeia de xisto secular que esteve em risco de desaparecer após o abandono da atividade agrícola.

Em 1911, viviam 75 pessoas em Cerdeira, mas em 1980 já o último habitante tinha emigrado, deixando a aldeia à sua completa sorte. Kerstin Thomas conta que quando chegou, percebeu que as pessoas tinham fugido porque não havia condições de vida: não havia eletricidade, saneamento básico ou acessos fáceis à aldeia.

Por Cerdeira - Home for Creativity

O início não foi fácil, mas havia um grande desejo de fazer renascer Cerdeira. “Sentimos de imediato uma grande vontade de voltar a dar vida à aldeia e trazer até ela uma comunidade de artes”, afirma Kerstin. Foi então que, desde 1988, Kerstin Thomas e Bernard Langer foram recuperando algumas das casas da aldeia da Cerdeira. Mais tarde, em 2000, Natália e José Serra, amigos que tinham conhecido ainda em Coimbra, juntaram-se no esforço de recuperação.

Aos poucos, o projeto de amigos foi ganhando forma e sentido e, a partir de 2006, começou a ser organizado o festival de artes “Elementos à Solta – Art Meets Nature”. Em 2012, arrancou o projeto Cerdeira Village que em 2018 se transformou na Cerdeira – Home for Creativity, um espaço de turismo rural intimamente ligado à criação e à formação artística.

O objetivo do projeto foi sempre promover o turismo e as artes e reabilitar a aldeia de forma sustentável e ecológica. Por isso, Cerdeira foi sendo reconstruída por trabalhadores locais especializados em técnicas tradicionais e sustentáveis de construção, utilizando essencialmente materiais locais e ecológicos como a pedra de xisto, típica da região.

Por Cerdeira - Home for Creativity

A aldeia foi classificada como conjunto de interesse municipal de forma a proteger o seu património arquitetónico, ficando assim imune a intervenções que a possam descaracterizar ou adulterar a sua traça tradicional. Desta forma, a Cerdeira promove o consumo turístico responsável em termos ambientais, culturais e sociais e económicos.

Após vários anos de solidão, Cerdeira tem agora novas estórias para contar sobre habitantes persistentes e com vontade de dar vida e sentido a este lugar, de hóspedes que escolhem a aldeia para passarem aqui as suas férias e de artistas de todo o mundo que a procuram em busca de inspiração. Atualmente, faz parte das 27 aldeias que integram a rede das Aldeias do Xisto.

Uma casa para a criatividade

Por Cerdeira - Home for Creativity

A Cerdeira – Home for Creativity dispõe de nove casas de xisto recuperadas e de um conjunto de infraestruturas e ateliers de trabalho. Cada uma das casas é uma verdadeira obra de arte, uma vez que todas incluem peças de artistas inspirados pela aldeia e pela sua envolvente natural.

Aqui a natureza e a criatividade andam de mãos dadas, garantindo que nunca faltará a quem visita a aldeia inspiração para criar. Há vários workshops tanto para adultos como para os mais novos: desde a aprendizagem de técnicas como o Figurado em Cerâmica, Iniciação à Roda de Oleiro, Encadernação Artesanal, Talha em Madeira de Castanho ou mesmo a atividade de Compota em família.

Por Cerdeira - Home for Creativity

Há também nove roteiros preparados pela Cerdeira para os hóspedes explorarem a região centro do país, com percursos pedestres associados e uma seleção de locais de interesse cultural e histórico, assim como mapas detalhados. Para aqueles que buscam adrenalina podem percorrer trilhos na serra, andar de BTT, fazer canyoning ou voos de parapente.

Por Cerdeira - Home for Creativity

A Cerdeira tem também uma escola de arte com todas as infraestruturas necessárias para quem quiser ter um primeiro contacto com uma nova arte ou uma experiência criativa mais imersiva: a Cerdeira, Arts & Crafts School. Aqui é possível ter formação dada por artistas conceituados em Cerâmica, Trabalho em Madeira, Desenho e Pintura.

A beleza das montanhas, o som dos riachos, a natureza que se funde com a aldeia construída em pedra de xisto proporcionam um ambiente acolhedor e inspirador. Aqui vai encontrar a tranquilidade para uma escapada em família ou com amigos e irá certamente apaixonar-se por Cerdeira, tal como Kerstin Thomas se apaixonou há mais de 30 anos atrás.

6 Comentários publicados

  1. Rosa Vilar
    Publicado 30 Dezembro 2019 em 12:18

    Bom dia.
    Já estive na Cerdeira.Adorei.Sitio espectacular na natureza .Habitações tradicionais com uma decoração sem igual.Pessoal muito agradável e atendimento sem igual.Adorei e irei visitar novamente,Obrigada

    • Ângela Coelho url url'>Ângela Coelho
      Publicado 20 Janeiro 2020 em 10:18

      Olá Rosa. Obrigada pelo seu comentário. É sem dúvida um sítio especial que vale a pena visitar.

  2. Rosa Horta Carrascalão
    Publicado 11 Janeiro 2020 em 8:48

    Mas as casas não tinham donos? O casal chegou e ocupou ? Só estou curiosa em como fizeram isso

    • Ângela Coelho url url'>Ângela Coelho
      Publicado 20 Janeiro 2020 em 8:55

      Olá Rosa. Obrigada pelo seu interesse no nosso artigo sobre a Cerdeira – Home for Creativity. Kerstin Thomas e Bernard Langer foram adquirindo algumas das casas da aldeia e começaram a recuperar essas mesmas casas desde 1988.

  3. Jorge Machado
    Publicado 11 Janeiro 2020 em 19:59

    Ha na aldeia casas para venda???
    Cumpts

    • Ângela Coelho url url'>Ângela Coelho
      Publicado 20 Janeiro 2020 em 10:17

      Olá Jorge. As casas da Cerdeira – Home for Creativity estão apenas disponíveis para turismo rural. Poderá alugar uma das 9 casas disponíveis para passar uns dias de férias em família ou com amigos.

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.