Praia da Nossa Senhora. Por Nessa Gnatoush

Portugal tem uma costa magnífica e recheada de paisagens maravilhosas, mas as praias da costa alentejana são inigualáveis no que diz respeito à beleza e natureza envolvente. O que lhe propomos é que saia de Lisboa de carro e percorra o que de melhor a Costa Vicentina tem para lhe oferecer.

Lisboa é o nosso ponto de partida para uma viagem que irá recordar para a vida… Saindo da capital apanhe a A2 em direção a Setúbal e aí atravesse de ferry boat para Tróia.

Saia do carro durante a travessia e com sorte poderá ter a visita da família de golfinhos residente no rio Sado. Já em terra firme, siga até à Praia da Comporta e dê o seu primeiro mergulho.

Praia do Carvalhal. Por Inacio Pires

Regresse à estrada mas por pouco tempo… Logo à frente, no Carvalhal, tem mais duas opções de praias – Pego e Carvalhal. Prossiga para Sul sempre junto à costa, passando pelas praias de Melides e São Torpes em direção a Porto Covo, uma simpática vila típica da costa alentejana. Aproveite para almoçar algo leve pois não vai resistir a um mergulho nas praias que se seguem… Existem várias praias nas redondezas, mas o ex-líbris da região é a ilha do Pessegueiro e a sua belíssima praia.

Porto Covo. Por PUNTOSTUDIOFOTO Lda

Seguindo viagem, logo após o Porto Covo, existe uma saída que o conduz ao restaurante “a Ilha” onde poderá visitar uma fortaleza renascentista mesmo em frente à ilha do Pessegueiro. Este é um dos melhores locais para apreciar a Ilha. A praia – que aí começa – e a vista para a ilha são fenomenais.

De regresso à estrada, o nosso destino é Vila Nova de Milfontes. Mas antes disso, há uma paragem obrigatória na Praia do Malhão, um destino incontornável da região. Esta praia destaca-se pelo seu areal imenso e pela natureza praticamente intocada, que permite relaxar longe das multidões que invadem outras praias do país.

Próxima paragem: Vila Nova de Milfontes, uma pequena vila alentejana situada em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, onde os tons azuis resplandecentes do Rio Mira sintonizam com o Oceano Atlântico.

Praia das Furnas, Vila Nova de Milfontes. Por Hurtuv

Apelidada de Princesa do Alentejo, esta vila tem atraído muitos visitantes pela sua forte ligação ao mar o que lhe confere uma beleza natural inigualável. Há também quem lhe chame a vila das três mentiras porque não é vila, não é nova e não tem mil fontes. Quanto ao seu património, destaca-se a fortaleza – conhecida como Barbacã – e o monumento aos aviadores.

Aproveite para relaxar e tomar uma bebida de final de dia numa das muitas esplanadas da vila de frente ao Mira. Um clássico em Vila Nova de Milfontes, a Tasca do Celso é uma belíssima opção para jantar e provar as delícias da gastronomia típica alentejana.

No dia seguinte, depois de um bom pequeno-almoço, seguimos viagem com destino ao sul e a primeira paragem não demora… a Praia das Furnas. Localiza-se na margem sul do Mira, tendo como cenário de fundo as praias da Franquia e do Farol e parte de vila de Milfontes. Tem uma frente de mar e outra de rio, junto à foz do Mira, onde o areal é mais largo e, se quiser aventurar-se na mata, há uma cascata onde pode tomar banho numa das pequenas piscinas naturais que ali se formam.

Cabo Sardão. Por Aleksandr Zykov

Regressamos à estrada com paragem obrigatória no Cabo Sardão (junto à aldeia de Cavaleiro), onde um romântico farol isolado avisa os navegantes das dramáticas e agrestes ravinas que o contornam.

Entre o Cabo Sardão e a Zambujeira do Mar existe um dos mais maravilhosos trilhos pedestres, entre falésias e dunas desertas. Mesmo não sendo esse o propósito, este trilho vale uma pequena visita.

Regressamos ao carro e prosseguimos até à Zambujeira do Mar. Recortada numa alta falésia é um dos destinos turísticos mais procurados da zona.

Zambujeira do Mar. Por ruigsantos

A sul da Zambujeira do Mar encontra-se a Praia dos Alteirinhos, uma ótima alternativa para quem procura uma praia mais recatada. Esta é, também, uma das praias oficiais naturistas da região. Vale a pena a descida e um retemperado mergulho nestas águas cristalinas.

Segue-se a Praia do Carvalhal e a Praia da Amália. A Praia da Amália deve o nome à mais famosa fadista portuguesa que ali tinha uma casa de verão. O acesso faz-se, precisamente, junto a essa casa, por um trilho de vegetação intensa. Junto a esta praia, na localidade de Azenha do Mar, situa-se o mais concorrido restaurante da região, famoso pelos seus peixes e frutos do mar a preços acessíveis. Aproveite para almoçar.

Odeceixe. Por Kyle Taylor

Seguimos para Odeceixe. A praia é de uma beleza indescritível, com rio e mar e um areal extenso. A Vila de Odeceixe propriamente dita também é muito bonita e muitíssimo bem conservada. Mas o melhor está para vir… Praia da Bordeira, Praia da Arrifana e Praia do Amado são, sem dúvida, as mais belas da região.

Existem várias escolas de surf em todas estas praias. Se tiver tempo pode experimentar uma aula. O nosso tour termina com o pôr-do-sol no Cabo de São Vicente. Absolutamente imperdível!

Depois deste passeio, acredite que o regresso a Lisboa ou a qualquer outra cidade do país ou do mundo será, garantidamente, mais feliz. E uma coisa temos a certeza, em breve estará de volta a estas paragens pois quem conhece… jamais esquece!

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.