Museu dos Coches. Por MiguelG

Se admira o esplendor da realeza antiga, o Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, é seguramente um dos sítios a visitar. Possui a maior coleção do mundo de viaturas de gala e de passeio dos séculos XVI a XIX, na sua maioria provenientes da Casa Real Portuguesa, a que se acrescentam alguns coches da Igreja e de coleções particulares. Pode até ver pequenos coches criados especificamente para os pequenos príncipes e princesas.

É o museu mais visitado em Portugal e compreende-se porquê. Aqui é possível ver de perto 70 viaturas que datam destes 300 anos de história e perceber, além da sua opulência, a própria evolução técnica destes veículos utilizados pelas cortes europeias até o aparecimento do automóvel. Para além da coleção de coches, o museu mostra ainda um conjunto de peças que eram utilizadas no serviço destas viaturas e outras ligadas à arte da cavalaria e aos jogos equestres.

Criado em 1905, por iniciativa da rainha D. Amélia d’Orleães e Bragança, princesa de França e casada o rei de Portugal D. Carlos I, o então Museu dos Coches Reaes instalou-se no antigo Picadeiro do Palácio Real de Belém, tendo aí funcionado por 110 anos, até 2015, altura em que foi inaugurado o novo edifício do Museu Nacional dos Coches, mesmo em frente ao antigo.

Coche de Dom João V. Por MiguelG

E o seu espólio é impressionante. Mais concretamente inclui coches, berlindas, carruagens, seges, carrinhos de passeio, carrinhos de criança, liteiras, cadeirinhas, ou seja, todo o género de veículos usados à época. Completam a coleção os diversos acessórios usados, como arreios de tiro e cavalaria, acessórios de viatura, fardamentos, instrumentos musicais, um núcleo de armaria e retratos a óleo dos monarcas da Casa de Bragança.

O raro exemplar do coche de viagem de Filipe II (finais do séc. XVI) e os três monumentais coches que integraram a sumptuosa embaixada enviada por Portugal ao papa Clemente XI em Roma (1716), com iconografia em talha dourada glorificando os Descobrimentos (Coche dos Oceanos), são algumas das peças mais notáveis desta incomparável mostra. Vai ficar impressionado com os detalhes de cada um destes coches.

Coche dos Oceanos. Por MiguelG

Mas no novo museu não é só o passado que vai encontrar. O novo edifício veio dar espaço ao museu mais visitado do país. Este agora é constituído por um pavilhão principal com uma nave suspensa e um anexo, com uma ligação aérea, que assegura a circulação entre os dois edifícios, cuja disposição espacial cria uma espécie de pórtico que aponta para uma praça interna de acesso livre. O espaço museológico dispõe de duas salas de exposição permanente, uma sala de exposições temporárias, áreas de reservas, oficina de conservação, biblioteca, arquivo e auditório. Dentro dos museus, tem à sua disposição sete écrans interativos, 11 écrans passivos e duas grandes projeções que completam a informação sobre a coleção.

O antigo edifício do Museu Nacional dos Coches continua a funcionar como parte integrante do novo museu, acolhendo algumas carruagens e viaturas de aparato do século XVIII, arreios, e um núcleo dedicado à rainha D. Amélia, assim como toda a galeria de pintura dos reis de Portugal.

Coche de Dona Maria Francisca de Saboia. Por MiguelG

Com mais de cem anos de história, este é um dos museus mais bem-sucedidos do mundo. Não é, pois, de entranhar os inúmeros prémios que já recebeu ao longo da história. Segundo o próprio museu, entre 85 guias de viagens, revistas, jornais e outras publicações ligadas ao setor do turismo, contam-se mais de um milhão de artigos sobre este espaço, com a esmagadora maioria a dar um parecer positivo sobre o Museu Nacional dos Coches.

É por isso que esta atração turística foi considerada uma das melhores da cidade, sendo distinguida, em fevereiro de 2019, com o Prémio Experts’ Choice pela TripExpert, com sede em Nova Iorque. Segundo a organização, o Museu Nacional dos Coches passa assim a fazer parte de um grupo muito restrito de atrações turísticas no mundo até o momento contempladas com este prémio (menos de 2%). É, sem dúvida, um grande feito.

Casas de campo em Portugal

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.