Sesimbra Praia

Por Por nvphoto

No enclave da Serra da Arrábida e defronte para o Atlântico, esta vila de pescadores é procurada sobretudo pela gastronomia, profundamente rica em peixe e frutos do mar, e pela beleza natural e ainda intocável que a envolve. A serra e o mar são os dois valores inestimáveis desta vila localizada a 40 quilómetros de Lisboa.

Existem vestígios da presença humana em Sesimbra desde 3000 a.C., o que se compreende pela posição acolhedora que o local tem, protegido pela serra e com longo alcance sobre o mar que ali se abre. Até os dinossauros por cá passaram e deixaram a sua marca em dois pontos turísticos que só agora estão a começar a suscitar interesse. Mas já lá vamos a estes patudos.

Quem ouve falar em Sesimbra, logo responde pelo peixe fresco, sobretudo o peixe espada preto, que alimenta quase todas as peixarias do país. Mas também besugo, carapaus, choco, tamboril, cavala, corvina, faneca, polvo, raia, safio, sardinha… as embarcações de Sesimbra saem para o mar e regressam com uma riqueza piscícola reconhecida em todo o país. É do mar de Sesimbra? Então é fresco e de qualidade!

Não é por acaso que, relativamente perto da capital, é destino frequente de muitos turistas apreciadores de peixe fresco. Ao fim de semana, ao longo de todo o ano, os inúmeros restaurantes desta vila enchem-se de comensais à procura do melhor peixe fresco e dos frutos com sabor a mar. Ameijoas, canivetes, lapas… é vê-los como proposta nas montras dos restaurantes de Sesimbra.

Sesimbra é uma vila relativamente pequena, mas que tem várias povoações à volta. Pitoresca, terra de pescadores, tem ruas e ruelas que desembocam junto ao mar. E quando se lá chega… ah a vista é deslumbrante. A água é de um verde transparente e as ondas praticamente inexistentes. Lugar perfeito para os pescadores se lançarem ao mar, mesmo no inverno.

Sesimbra tem duas grandes avenidas ribeirinhas, a Avenida dos Náufragos e a Avenida 25 de Abril, separadas pela Fortaleza de Santiago, que alberga um café e o posto de turismo. Estas ruas estão cheias de comércio e restaurantes, e as duas praias mesmo em frente, Califórnia e Ouro, compõem o postal da vila.

O que não pode perder em Sesimbra

Castelo de Sesimbra

Castelo dos Mouros, Sintra

Por NickMo

Antes de chegar e descer para a vila vai encontrar o desvio para o castelo que vigia Sesimbra e o mar a 240 metros acima do nível do mar. O também chamado Castelo dos Mouros é uma fortificação bem conservada que, dada a sua posição privilegiada, foi sendo sempre restaurado pelos sucessivos poderes reinantes, mantendo-se até hoje em bom estado.

De visita gratuita, pode lá encontrar ainda um café, um pequeno núcleo museológico com artefactos encontrados em todo o concelho de Sesimbra e uma igreja que costuma receber, entre outros, concertos de música clássica.

Fortaleza de Santiago

Fortaleza de Santiago

Por MiguelG

Outro dos ex-libris de Sesimbra de entrada livre é a Fortaleza de Santiago. Ela divide as duas avenidas e as duas praias de Sesimbra. Convive com a comunidade sesimbrense há 365 anos. Foi construída numa época em que o perigo chegava do mar e as fronteiras marítimas tinham de ser defendidas. Com o decurso da história foi perdendo este papel e já teve inúmeros usos. Para além de defender a vila, já foi esquadra e polícia, já serviu de campo de férias e hoje é um ponto turístico de excelência. Nesta fortaleza, que esteve vários anos fechada, pode agora admirar o verde do mar, visitar o Museu do Mar, onde pode saber mais sobre a pesca e a vida dos sesimbrenses, tirar dúvidas no Posto de Turismo ou beber algo na esplanada do café lá instalado.

Cabo Espichel

Cabo Espichel

Por MiguelG

De visita obrigatória, a 15 quilómetros da vila está o promontório com vista para a Baía dos Lagosteiros e para um mar a perder de vista. Para além do farol que ilumina os navegantes, o cabo acolhe ainda o Santuário de Nossa Senhora da Pedra Mua e a Igreja de Nossa Senhora do Cabo.

As suas origens remontam, pelo menos, ao século XIV. O culto da Nossa Senhora do Cabo é datado de 1366, e até às aparições em Fátima foi a maior festa religiosa do país. Na zona da Pedra da Mua, existe a “pegada” que foi atribuída a Nossa Senhora, que terá subido a falésia montada numa mula. Na realidade, é a pegada de um dinossauro.

Este complexo arquitetónico tem ainda um grupo de casas que servia de apoio aos peregrinos que até aqui vinham. É junto destas hospedarias que se encontram as ruínas da Casa da Ópera, onde são realizados alguns concertos deste género musical.

Pegadas de dinossauro

Pedreira do Avelino com pegadas de dinossauro

Por MiguelG

Os primeiros seres a povoarem esta região foram os dinossauros. Junto ao Cabo Espichel, encontra a placa para visitar as pegadas de dinossauros da Pedra da Mua. Esta jazida, formada no Jurássico (150-140 milhões de anos a.C.), está associada à lenda de Nossa Senhora do Cabo Espichel, correspondendo a um conjunto de várias lajes calcárias que acolhem diversos trilhos de pegadas de dinossauros saurópodes.

A sua origem associa-se ao fenómeno de inversão tectónica que motivou a emergência da Arrábida. Para lá chegar tem de percorrer 5 quilómetros a pé, estimando-se uma caminhada de cerca de uma hora por terreno irregular.

De regresso a Sesimbra, passando pelo Zambujal, encontra novos vestígios destes gigantes jurássicos. O Monumento Natural da Pedreira do Avelino está acessível de carro e nele se mostra vários trilhos de pegadas pertencentes a diferentes espécies de dinossauros, sobretudo quadrúpedes, datadas do Jurássico (entre os 140-130 milhões de anos a.C.), época de um ecossistema lagunar.

A jazida tem uma laje com 10 metros de largura por 15 metros de comprimento e cerca de 60 centímetros de espessura, onde se encontram registados os negativos dos vários trilhos de pegadas.

Grutas

Esta região comporta várias grutas. O maior destaque vai para a Gruta do Zambujal, um extenso complexo geológico de galerias e passagens, onde se observam estalactites e bandeiras de formas raras, como as asas-de-borboleta ou as argolas. Acolhe também uma importante colónia de morcegos. A entrada encontra-se obstruída por grandes blocos soltos, consequência da laboração da antiga pedreira.

Tem uma extensão de 108,50 metros e uma altura máxima de 33 metros, desenvolvendo-se ao longo de um corredor principal. As grutas do Zambujal fizeram capa de edição da revista ‘National Geographic’, em 2018, pois são das mais belas de Portugal. Existem visitas guiadas a estas grutas.

Praias

Sesimbra Praia

Por Helissa

Sesimbra está inserida no Parque Natural da Serra da Arrábida, logo, as suas praias são calmas, tranquilas, de água fria e de um verde fascinante. A vila é banhada por duas praias, a da Califórnia e a do Ouro. Como são uma extensão da vila estão sempre lotadas no verão.

Mas pode afastar-se um pouco para ter acesso a praias menos concorridas. Uma formação rochosa em forma de cabeça de cavalo identifica uma das praias mais belas da região, a praia do Ribeiro do Cavalo. Está acessível apenas de barco ou fazendo um percurso a pé pelo mato.

As suas águas são ricas em flora e fauna marinhas e fazem a delícia dos apreciadores de mergulho, sendo frequente observar diversos peixes, crustáceos e moluscos. É facilmente acessível de barco, devido à proximidade com o porto de abrigo. Mais difícil é chegar lá a pé, na medida em que se tem de caminhar pela serra abaixo durante cerca de 20 minutos, através de um trilho sinuoso e com alguma inclinação, o que exige alguma preparação física. O tempo de subida pode chegar aos 30 minutos.

Mas as praias mais conhecidas da região ficam mais afastadas. A praia do Meco é a mais conhecida praia de nudistas de Portugal. Nesta praia poderá relaxar sem se preocupar com a superlotação do local. Surf, frisbey e parapente são alguns dos desportos que costumam ser feitos nas praias de Sesimbra.

Por fim, uma referência à Lagoa de Albufeira. Localiza-se na costa ocidental, a 15 quilómetros do centro da vila. Está sujeita a ventos dos quadrantes norte e oeste e, como tal, apresenta boa ondulação durante muitos dias do ano, o que a torna muito apreciada para a prática de surf, bodyboard e skimboard.

DADOS PRÁTICOS:

Casas em Serra da Arrábida

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.