Setúbal

Setúbal. Por eunikas

Conhecida como terra de pescadores e mar, a região de Setúbal conquista tudo e todos, não só pela sua beleza natural mas também pelos seus incomparáveis sabores. O Choco Frito de Setúbal e o Peixe-Espada Preto e as Sardinhas de Sesimbra, são alguns dos ex-líbris culinários da região. Também os queijos e a doçaria completam o cartão de visita da zona. Porque não queremos que perca o que sabemos ser imperdível, descubra aqui onde pode encontrar os tesouros culinários mais bem escondidos e provar todas estas iguarias e acredite esta tornar-se-á numa experiência inesquecível.

Mercado do Livramento, Setúbal

Inaugurado em 1930 num edifício de fachada no mais emblemático estilo art deco, o Mercado do Livramento, situado em plena Avenida Luisa Tody, é um dos programas mais divertidos para os amantes de gastronomia e considerado –
pelo jornal americano USA Today– como um dos melhores mercados de peixe do mundo.

Entrar neste mercado é uma verdadeira experiência para os sentidos. Para além das inúmeras bancas com todas as espécies de peixes e mariscos –tão frescos que frequentemente os compramos ainda vivos– pode encontrar um verdadeiro arco íris de frutas, flores, verduras e legumes.

São seis mil metros quadrados divididos entre 132 bancas e 44 lojas e onde –para além da grande variedade de produtos– a estrela é mesmo a sardinha. Na zona superior do edifício encontram-se várias tasquinhas onde poderá provar alguns dos produtos frescos deste mercado. Para além deste “tour de frescura”, o mercado é destaque também pela belíssima colecção de azulejos, num total de 5700 peças que representam cenas ligadas à pesca, à agricultura e às tradições de vida quotidiana dos sadinos.

Choco Frito, Peixe-Espada Preto e Sardinhas

sardinhas

Por exclusive-design

Para os Sadinos, ir à Setúbal e não comer choco frito é o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa. O choco frito é o prato oficial de Setúbal e, verdade seja dita, um petisco divinal. O choco é fresco e comprado todos os dias na lota. Depois é preparado nos muitos restaurantes da cidade.

Mas se em Setúbal o choco é rei, já a vizinha vila de Sesimbra é famosa pelo peixe-espada preto e pela rainha nacional dos mares, a sardinha assada nos meses de Verão. O peixe-espada preto, uma espécie capturada há mais de três décadas nas águas profundas e a poucas milhas da costa e é da doca de Sesimbra que, diariamente, saem algumas centenas de quilos tanto para o mercado nacional como para exportação. É, no entanto, nos meses de Verão que a vila de Sesimbra ganha o cheiro da sardinha assada, algo que poderá encontrar em todos os restaurantes e tasquinhas. E para começar ou acabar a sua refeição não se esqueça de pedir um “pescador”, um licor regional famoso.

O mais complicado é mesmo escolher os melhores locais para provar todas estas iguarias. Aqui ficam algumas sugestões:

Tortas de Azeitão

Tortas de Azeitão

Por Sharon Hahn Darlin

No que diz respeito à doçaria, Portugal é famosos pelos seus doces conventuais, pela doce combinação dos ovos, farinhas e açúcar e – nesta região – as Tortas de Azeitão são, sem sombra de dúvida, o mais famoso e delicioso doce da região de Setúbal.

A sua origem remonta ao final do século XIX e começa pelas mãos de Manuel Rodrigues, mais conhecido pela alcunha de “o Cego”, nome que aliás deu à sua pastelaria que ainda hoje fabrica as famosas tortas de forma artesanal. A sua mulher, Maria Albina, e a filha já tinham fama de exímias doceiras na região, responsáveis pelo fabrico dos também famosos “Esses”, uns bolos secos de canela que a família vendia à porta de casa aos forasteiros vindos da zona da Arrábida.

Foi esta família que começou por fazer as famosas tortas que nessa época eram vendidas à fatia, mas que hoje são comercializadas em doses individuais. A pastelaria O Cego, em Azeitão, comercializa as originais tortas de Azeitão desde 1901 e o seu símbolo faz ainda alusão às roscas em S que iniciaram o caminho desta família na doçaria regional.

Saiba onde provar estas deliciosas Tortas e os famosos “Esses” de Azeitão:

Farinha Torrada

As origens deste doce regional de Sesimbra remontam ao final do século XIX. Nas zonas rurais do concelho, era bastante comum fazer e ter sempre em casa a farinha torrada que, nessa época, também era usada como remédio caseiro para curar constipações.

Mas também os pescadores não passavam sem esta guloseima. Pelo facto de ser um bolo seco, energético e que aguenta muito tempo, fazia sempre parte da alimentação dos pescadores da vila que partiam para as agrestes e duradouras jornadas em alto mar. Só bem mais tarde, já na década de 70 do século XX, começou a ser comercializada em todas as pastelarias, feiras e mostras de doçaria regional.

Onde provar:

Queijo de Azeitão

Queijo de Azeitão

Por Adriao

O queijo de Azeitão é, muito provavelmente, o mais famoso produto da região. A sua história remonta a 1830 quando um agricultor, natural de Monsanto –nas imediações da Serra da Estrela– se muda para a vila de Azeitão. Para matar as saudades que tinha da sua terra natal, acabou por trazer consigo ovelhas da raça bordaleira, cujo leite começou a usar no fabrico do queijo cremoso que produzia tal como habitualmente fazia na sua terra natal. Este testemunho e ensinamento foi sendo passado a vários pastores de Azeitão e aperfeiçoado de geração em geração.

Frederico Franco de Paiva foi o responsável por começar a produzir o queijo de Azeitão para venda e diminuiu o seu tamanho de forma a torná-lo mais comercial.

Rapidamente este queijo ganhou fama e conquistou os mais variados prémios nacionais e mundiais. Hoje, este produto, protegido pela denominação de origem protegida (DOP), encontra-se em todos os mercados e supermercados nacionais e é um dos queijos mais apreciados pelos portugueses e pelos estrangeiros que nos visitam, que o provam e que não o esquecem.

Para ficar a conhecer um pouco mais da história deste queijo, aprender as suas técnicas e –literalmente–
para meter a mão na massa, ou melhor no leite, moldando e dando forma ao seu próprio queijo, poderá visitar o Museu da Ovelheira, em Palmela, ou o Museu do Queijo de Azeitão, em Vila Nogueira de Azeitão.

Casas de campo em Setúbal

Publique um comentário

* Estão marcados os campos obrigatórios.