Alentejo, a planície encantada

Sofia Fonseca
Monsaraz, Portugal

Monsaraz. Por seregayu

Tudo é tranquilo, e casto, e sonhador.
Olhando esta paisagem que é uma tela
De Deus, eu penso então: onde há pintor,

Onde há artista de saber profundo,
Que possa imaginar coisa mais bela,
Mais delicada e linda neste mundo?!

Florbela Espanca, O meu Alentejo.

Além do Tejo. Alentejo. Uma das zonas mais belas do nosso país e, sem lugar a dúvidas, uma das minhas preferidas desde a infância. Na verdade, o Alentejo sempre me fascinou. A imensa suavidade da planície, os montes adornados com as suas casas brancas debruadas a azul ou com a majestade de sobreiros e oliveiras.

Desde pequena as minhas saídas preferidas em família eram as idas ao Alentejo: a Serpa, comer queijadas, a Vila-Nova de Milfontes à praia, a Reguengos de Monsaraz para subir ao castelo e ver a paisagem, e à Ilha do Pessegueiro, onde acampei durante vários verões com a minha família.

Continuar a ler …

Saborear a Vida em S. Brás de Alportel

Marta Neves

S. Brás de Alportel é uma vila que se descobre no coração do Sotavento algarvio. Implantada no barrocal, encostada à Serra do Caldeirão, daqui ainda se avista o oceano na linha do horizonte.

A Oeste os seus caminhos chegam a Loulé; a Norte e Leste encaminham-se para Tavira, Já a Sudeste vai-se em direção a Olhão, e se se descer sempre para Sul, em poucos minutos está-se em Faro.

Com uma localização privilegiada, terras férteis ao redor e um clima que vai buscar frescura à Serra, desde sempre foi território procurado e povoado. A herança romana e islâmica são evidentes, quer pelos vestígios arqueológicos quer na toponímia.

Continuar a ler …

Elvas, a fortaleza do Guadiana

Sofia Fonseca
Largo de Santa Clara, Elvas, Alentejo, Portugal

Por PHB.cz

Ó Elvas, ó Elvas
Badajoz à vista.
Sou contrabandista
De amor e saudade
Transporto no peito
A minha cidade.

Paco Bandeira, A minha Cidade, Ó Elvas.

Elvas, Cidade Património da UNESCO desde 2012, é considera a cidade com o maior conjunto de fortificações abaluartadas do mundo. A sua localização estratégica, a apenas 8 km de Badajoz, fez desta cidade fronteiriça uma cidade fortaleza, sendo sem dúvida uma das cidades mais bonitas do nosso país. Entrando por uma das três portas que atualmente dão acesso à cidade amuralhada, as Portas de Olivença, as de São Mamede ou as da Esquina, temos a sensação de viajar no tempo e o encantamento é imediato.

Continuar a ler …

Cabos: onde o mar se revolta em Portugal

escapadaruralpt
Cabo da Roca.

Cabo da Roca. Por Tomasz Wozniak

Portugal é um país ‘à beira-mar plantado’. São mais de 500 quilómetros de costa, não esquecendo ainda os arquipélagos da Madeira e dos Açores, onde o mar circundante oferece inúmeras paisagens inesquecíveis.

Por vezes, a terra entra pelo mar adentro, criando miradouros naturais que impressionam pela beleza que permitem vislumbrar, mas também pelo testemunho da luta de forças entre o mar e a terra. Falamos dos cabos, estes ‘acidentes geográficos’ difíceis de dobrar, onde um farol normalmente lá está localizado para servir de guia aos navegantes que procuram o melhor ancoradouro.

Dada a sua extensão costeira, Portugal tem inúmeros cabos, que permitem uma vista de longo alcance sobre o mar, a partir do qual fomos à descoberta de novos mundos. Aqui, é possível descansar e admirar estas paisagens belíssimas. Selecionámos doze destes miradouros naturais, no continente e nas ilhas, que merecem uma visita.

Continuar a ler …

Palácio de Fronteira, uma imensa beleza escondida

Marta Neves
Palacio da Fronteira

Por Filipe Samora

Há uma fronteira impercetível, desenhada pela linha de comboio de Sintra, que separa a cidade envolta em ruído e pressa de um dos seus recantos mais raros e preciosos, uma espécie de limbo retirado ao tempo: o Palácio de Fronteira, no Parque Florestal de Monsanto. À sua volta sentimos uma placidez que contrasta com a Lisboa que ficou, há 2 minutos, no último semáforo verde por que passámos. Sem que demos conta, transportamo-nos para um lugar, numa outra era, ainda por adivinhar.

Continuar a ler …

Beja, a pacata cidade onde uma freira se apaixonou por um soldado

escapadaruralpt
Beja

Beja. Por Zyankarlo

Bem no Alentejo profundo, ninguém diria que uma pacata cidade foi palco de uma das mais belas e dramáticas histórias de amor que o mundo já alguma vez viu, e que rivaliza com as de Pedro e Inês ou de Romeu e Julieta.

Este amor peculiar é neste artigo o ponto de partida para visitar a capital do Baixo Alentejo, não o seu património ou a sua gastronomia, também muito valorizados, claro. Mas falemos de Mariana Alcoforado. A sua história peculiar todos os anos faz correr rios de tinta pelo mundo fora, em livros editados sobre o amor.

Continuar a ler …

Cacela é Moura

Marta Neves
Cacela velha

Cacela velha. Por e55evu

Cacela Velha pertence a um Algarve onde o mar, a Ria Formosa e a terra são um todo.

Chega-se a esta povoação pela Estrada Nacional 125, quer se venha de Tavira, ou pela Via do Infante. Atravessamos campos divididos por valados de pedra solta até desaguarmos numa terra larga, com as ilhas barreira e o oceano ao fundo.

Continuar a ler …

Descobrir o caminho do contrabando na raia portuguesa e espanhola

escapadaruralpt
caminho do contrabando

Passagem junto a Santana de Cambas. Por MiguelG

O contrabando sempre fez parte dos povos raianos de Portugal e de Espanha na altura em que as fronteiras estavam fechadas e os regimes eram totalitários. Hoje, essas experiências de vida difícil de outros tempos podem ser um pouco revividas em percursos turísticos ao longo da linha costeira. Mas já lá vamos…

Era pela calada da noite que dezenas de homens e mulheres percorriam os trilhos mais difíceis pelo mato e atravessavam águas fronteiriças ao longo de toda a fronteira entre Portugal e Espanha. Concretamente entre o Baixo Alentejo e a Andaluzia, atravessavam as águas transfronteiriças nus, com a roupa atada à cabeça e com 25 kg de ‘carga’ às costas.

Continuar a ler …

Dino Parque: viagem ao mundo dos dinossauros na Lourinhã

escapadaruralpt

Por MiguelG.

Está aberto desde fevereiro de 2018 aquele que é o maior museu ao ar livre de Portugal e um dos maiores parques temáticos de dinossauros da Europa. Está localizado na Lourinhã, uma vila a pouco mais de 60 quilómetros acima de Lisboa. E a abertura deste parque nesta vila pitoresca não é por acaso. A Lourinhã é reconhecida como um local de especial interesse a nível mundial na pesquisa destes antigos gigantes. Mas já lá vamos.

O Dino Parque proporciona uma verdadeira viagem ao passado de milhões de anos, permitindo aos visitantes ‘conviver’ com 120 modelos de dinossauros à escala real, cada um deles com informação específica sobre a época em que viveram, o tipo de alimentação, locais geográficos que habitaram, etc.. Tudo por entre a vegetação típica da região e adornado por uns rugidos assustadores que, por vezes, se fazem soar pelo parque.

Continuar a ler …

Por que é que se vai apaixonar por Aveiro

escapadaruralpt
Aveiro

Por Paulo Resende

As alcunhas parecem dizer muito dos lugares, mas, na realidade, dizem pouco. É o que acontece com a cidade de Aveiro, conhecida como uma das “Venezas da Europa” quando é muito mais. O suficiente para ser um dos destinos turísticos imprescindíveis de Portugal.

Ali fica o bairro da Beira-Mar, que concentra a essência da cidade entre as suas ruelas, velhas casas e o odor a sal que chega da costa, a universidade, que lhe dá vida e animação cultural. E também as praias da Costa Nova e da Barra, com uma beleza atlântica que atrai tantos visitantes, e os moliceiros, para cima e para baixo pela ria dando-lhe cor.

Continuar a ler …