Portugal tem uma história muito rica. Povoado desde tempos imemoriais e por inúmeros povos que por cá passaram, tem uma bagagem cultural que deixou inúmeras marcas. E ainda hoje muitas dessas influências podem ser vistas em pequenas aldeias e vilas espalhadas por todo o território nacional, que cristalizaram muitas dessas heranças.

Viajar com os mais pequenos é sempre um desafio para os pais. Vale a pena conhecer Lisboa mas há também que pensar nos pequenitos que se aborrecem de calcorrear as ruelas da cidade, de visitar museus, de conhecer a história e as tradições alfacinhas. A nossa aposta é ajudar os pais a descobrir uma Lisboa para as crianças, uma Lisboa diferente onde encontrarão um sem número de atracções que fazem da capital portuguesa um local de aventuras, descobertas e muita diversão.

Lisboa é uma daquelas cidades onde, quem chega, se sente em casa. A cidade é cada vez mais dos turistas, dizem, mas ainda há sítios que se mantêm –com toda a resiliência– como cantinas diárias dos lisboetas, as famosas “Tasquinhas”.

O Algarve marítimo é o epicentro do novo livro da investigadora Maria Manuel Valagão. Ir em busca das vozes de quem viveu para as lides do mar, antes que a sua memória se perdesse, foi a motivação da autora.

Quem ouve falar em Óbidos logo exclama um profundo ‘ahhhh’. Ora é pela deliciosa e afamada ginjinha, ora é pelo recordar de um chocolate quente por lá apreciado num dia frio de inverno, ora é pelas ruelas características desta vila que convidam à contemplação.

A noite lisboeta tem muitos encantos, mas é no Fado e nas suas casas que a tradição e a cultura portuguesa conquistam corações e onde melhor se apregoa a única palavra que não tem tradução para qualquer outra língua do mundo, a palavra Saudade…

Évora, a cidade-museu, Património da UNESCO desde 1986, possui um conjunto urbano com uma ocupação de mais de 2000 anos, e excepcionalmente bem conservado. Durante o século XVI foi temporalmente residência da Família Real, e a presença da Corte foi um dos motivos para a riqueza arquitetónica da cidade. Isso e ter sido das poucas cidades portuguesas a não ficar destruída no Terremoto de 1755.

O estilo de vida vegano tem se popularizado um pouco por em todo o mundo, seja por uma questão de bem-estar, uma vez que muitos estudos apontam benefícios a este tipo de alimentação, ou por uma questão de proteção animal, uma vez que os veganos não consomem qualquer produto de origem animal, nem sequer o leite ou o mel.

Se o arenito vermelho e os laranjais são os tons de Silves, o Arade fez dela um posto disputado e vincou-lhe a história. Com a Serra de Monchique ao fundo, de terras férteis e um rio navegável até ao mar, muitas foram muitas as gentes que aqui se instalaram. Assim aconteceu com os romanos, interessados […]

Fundado em 1143, Portugal vai a caminho dos 900 anos de história. Tem um largo património de castelos, fortes, fortalezas e outras edificações deixadas pelos reinados que governaram Portugal ao longo dos séculos. Terra apetecível pela sua localização geográfica no mundo, sempre teve de construir fortificações para se defender das invasões dos povos que durante […]